sexta-feira, 2 de maio de 2008

CURSO DE OBSERVADOR@S SOCIAIS

acesse ao lado o folder do curso realizado em 2008















O Observatório de Segurança Social e Proteção da Vida é um laboratório de pesquisa vinculado ao CNPq (uma das Unidades que compõe o Projeto Casa Brasil / www.casabrasil.gov.br). O Observatório de Proteção da Vida, se constitui para desenvolver ações que permitam a capacitação de recursos humanos dos locais para atuarem como Observador@s de Segurança Social e Proteção da Vida nas Comunidades, numa perspectiva de diagnosticar violências BioPsicoSociais, e neste estudo piloto, as que acontecem no Loteamento Dunas, epoder sugerir ações locais preventivas / vontade de saber.

O Observatório de Segurança Social e Proteção da Vida vem incentivar que as ações, projetos e programas sociais em execução ou por vir a ser no Loteamento Dunas, articulem - se transdisciplinarmente, constituindo redes temáticas e integradas de atuação local e articulação global, procurando sempre refletir e sugerir ações preventivas para situações de violência diagnosticadas e as observações previsíveis de ocorrer no Loteamento Dunas.

A segurança diz respeito a todo mundo. A segurança é aqui entendida como um estado em que riscos e condições que levam ao sofrimento físico, psicológico e biológico são controlados a fim de preservar a saúde e o bem estar do indivíduo e da comunidade. (...). A segurança é considerada como um estado que resulta do equilíbrio dinâmico estabelecido entre os diferentes componentes de um dado cenário. Resulta de um complexo processo onde os seres humanos interagem com seu ambiente. Por meio ambiente, compreendemos não somente o físico, mas também o social, cultural, tecnológico, político, econômico e organizacional (...). Essa visão que encara a segurança como um produto e não como um processo, despotencializa a autonomia e o papel transformador das comunidades (...).

O Curso de Obsercadores Sociais Parceria entre o Projeto Casa Brasil e a Faculdade de Educação da UFPel, teve uma Carga Horária de 180 horas com certificação Casa Brasil e FAe/UFPel (entre teoria e prática). Foi um curso direcionado a atuantes de Ogs e ONGs do Loteamento com vagas direcionadas, o Conteúdo Programático foi divido em 16 aulas presenciais de 04 horas e 96 horas de observação prática (TEMAS:
1 - Ampliação dos Conceitos de Segurança Social / Observações BioPisicoSociais; 2 - Pesquisa e sua abordagem qualitativa e quantitativa; 3 - Como elaborar pesquisas/observações; 4 - Definição de Temas a serem pesquisados/Observados; 5 - Construção das Pesquisas / Observações definidas; 6 - Aplicação e Análise das Pesquisas / Observações.). Ao finalizarmos o Curso elaboramos um seminário sobre segurança social e proteção da vida onde apresentamos o que ficou do curso de observador@s sociais (incluso apresentação dos 04 pre projetos de pesquisa / observação que elaboramos ao longo do ano de 2008) e também protocolar junto a Rede Mundial e Brasileira de Cidades e Comunidades Protetoras da Vida a intenção do Loteamento Dunas de transformar-se em uma Comunidade Protetora da Vida( perspectivas de curto, médio e longo prazo).


O problema da "observação - pesquisa" trabalhado no Curso de Observador@s Sociais, se pautou pela observação de indicadores de segurança social e proteção da vida e de indicadores de violências biopsicosociais que servisse para ferramentalizar as práticas de segurança social que são desenvolvidas no território do Loteamento Dunas, buscando e produzindo saberes necessários a compreensão da realidade glocal (o local em conexão com o global), e observando o Loteamento Dunas como um território que sofre violências biopsicosociais mas também desenvolve, aprende e re-avalia inúmeras atividades / práticas de segurança social.

O curso de observador@s sociais pautou-se também por desenvolver saberes e diagnósticos sobre as práticas de segurança social que constituem a Rede Protetora da Vida no Loteamento Dunas / Rede Vidadania, assim como desenvolver saberes e diagnósticos sobre as violências biopsicosociais que agridem o território Dunas, de forma que se possa orientar o foco das práticas de segurança social desenvolvidas no local, assim como poder realizar ações preventivas que assegurem um status quo ao Dunas de Comunidade Protetora da Vida, com base nos princípios e relações com a Rede Brasileira e Mundial de Cidades e Comunidades Protetoras da Vida. Estes diagnósticos estão em faze de execução neste primeiro semestre de 2009, quando ai sim poderemos medir nossas observações e articular as ações glocais, com base nestes diagnósticos / saberes observados.

Por fim, pautou-se o curso de observador@s sociais na perspectiva de desenvolver - criar saberes relacionados a elaboração de projetos de observação / pesquisa, resultando em 04 pré projetos de observação local: 1 - Lugares na Infância para o Dunas; 2 - Drogadição - Prostituição e o Crak; 3 - Cárcere - Quem São reclusos e os grupos familiares do Presídio de Pelotas morador@s do Loteamento Dunas?; 4 - Evasão ou Repetência Escolar? - . Neste linc acessse os pré - projetos na integra (prmeiro é preciso cadastre-se na plataforma de gestão UNIPERIFERIA). Os pré - projetos de observação estão em faze de execução agora em 2009 com o grupo de observação do observatório de segurança social.

Bueno agora em 2009 estaremos dando sequÊncia aqui no Loteamento Dunas, nos trabalhos do Observatório de Segurança Social e Proteção da Vida (Contatos Angelita Vieira e Herberto Mereb - 53 32287261 e 91425222 - amiz.ong@gmail.com e angelita.dunas@yahoo.com.br.