quarta-feira, 29 de julho de 2015

Dunas no Face - Projeto Midia Livre nos Bairros - Loteamento Dunas

O Estúdio Livre Casa Brasil começou em 2014 o Programa Midia Livre nos bairros, uma proposta de trabalho que é fazer um jornalismo - mídia feita pelas próprias pessoas do bairro, neste caso o Loteamento Dunas Bairro Areal, produzindo informações locais a partir do local e pelo local. O canal de divulgação - comunicação será o facebook DUNAS NO FACE e também neste blog.

O primeiro programa Midia Livre nos Bairros foi sobre o tema da saúde (Assista o vídeo), agora estamos finalizando o segundo programa como Tema da Cultura, Esporte e Lazer.


Lincs sobre o Loteamento Dunas:
http://loteamentodunasesuamicrofisicadepoder.blogspot.com.br/;
http://pontodeculturaoutrosul.blogspot.com.br/
http://paralelo33transformundo.blogspot.com.br/

Mídia independente é o tipo de mídia que não está sob o controle de grandes grupos de comunicação, e que não está vinculada a compromissos com anunciantes, grupos políticos ou instituições governamentais. Ela vai em contra-mão à mídia corporativa (ou "grande mídia") que frequentemente distorce os fatos e apresentam uma visão de acordo com quem lhe paga mais. Em suma, é o tipo de publicação que não se presta necessariamente a propagar a ideologia dos grupos que dominam a ordem atual da sociedade.

Embora semelhante em propósitos, a mídia independente não é sinônimo de mídia alternativa, por não necessariamente se contrapor a uma hegemonia ou causa. Há exemplos de veículos de mídia que são independentes porque não são vinculados a nenhuma grande empresa, mas produzem conteúdo similar a tudo da grande mídia.

Embora a mídia alternativa se caracterize pela pluralidade e participação das mais diversas classes sociais, a sua qualidade no que diz respeito à relação mensagem-receptor fica prejudicada pelo fato de que são poucos os profissionais que atuam nessa área. O amadorismo e a falta de capacidade técnica, mesmo que frutos da baixa infraestrutura, podem fazer da mídia independente uma forma de comunicação pouco preparada para lidar com o público receptor.



quinta-feira, 16 de abril de 2015

HISTÓRICO INSTITUIÇÃO E CONTATOS

Histórico da instituição



A Unidade de Formação e Capacitação Humana e Profissional – AMIZ é uma organização não - governamental sediada em Pelotas - RS, existente desde junho de 2001. Muito do trabalho que desenvolve, da visão que pretende implementar, contudo, a antecede, tod@s os seus fundador@s foram, em algum momento, participantes do Projeto Amizade, Projeto de Extensão da Escola Superior de Educação Física da UFPEL, existente desde 1995, com o qual sempre manteve parceria, até 2005 quando o projeto terminou. Projeto que trabalhou por 10 anos com crianças, adolescentes e jovens em situação de e na rua na cidade de Pelotas. O envolvimento d@s fundador@s da AMIZ no Projeto AMIZade foi ampliando o campo de atuação deste projeto, abrindo-se às comunidades (em especial o Loteamento Dunas), movimentos e grupos sociais. As áreas em que temos nossas ações mais expressivas é a Educação e a Cultura.

 Atualmente as frentes de trabalho mais expressivas da AMIZ é o Programa de Formação de Professores RS, que viemos desenvolvendo há 03 anos. Programa da Rede Estadual de Educação que vem capacitando gestor@s, Professor@s e educador@s que atuam na Rede RS. Trabalhamos em diversas Escolas de Pelotas e Região Centro e Sul do Rio Grande do Sul. Na área da Cultura, mais recentemente estamos desenvolvendo o Ponto de Cultura Outro Sul, que são 16 Pontos de Cultura da Região Centro e Sul do Rio Grande do Sul, que integram a Rede Geribanda (que tem como gestora a Furg – Fundação Universidade de Rio Grande), e integra o Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura (Governo Federal), envolvendo mais de 3000 pontos de cultura no Brasil. 

Também na área da cultura integramos o Conselho Gestor do Ponto de Cultura Paralelo 33 – Transformundo (em processo de conveniamento com o Governo Estadual), que integra a Rede RS de Pontos de Cultura (serão 180 pontos no RS), também integrante do Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura (Governo Federal). Neste projeto estaremos trabalhando os temas da educação e da cultura nas cidades de Pelotas, Pedro Osório, Arroio Grande, Jaguarão e Santa Vitória do Palmar. Por fim, localmente estaremos Gravando e produzindo 3 000 cópias / CDs de duas coletâneas de músicos de Pelotas e Região, aprovado pelo Conselho Municipal de Cultura de Pelotas e com recursos do Fundo Municipal de Cultura Local. 




Outras informações.

amiz.ong@gmail.com / amiz.estudos@gmail.com
pontodeculturaoutrosul@gmail.com

Avenida Ulisses Silveira Guimarães, 2057 – Loteamento Dunas – Bairro Areal.


Herberto Peil Mereb – 53-84844248.